sexta-feira, 27 de novembro de 2009


QUANDO VOCE FOI EMBORA


sua falta
faz a falta
que exalta
cada ato do passado
nas lembranças de infância
onde sempre a presença
era a forma de esperança
numa dança de alegria
pela musica cantada
e versada em capela
pelas vozes não nossas
mas da alma de irmãos
como dois anjos
num arranjo que releva
a saudade
pois levado você foi
com pouca idade
uma prova
em verdade
reprovada tantas vezes
mas que agora
nesta hora
de imune sensatas
acredito que foi DEUS
que o levou
e empenhou o seu futuro
a um mundo
sem um muro
bem melhor
onde o amor
esta a vista
e uma pista que me deu
foi o enlace
no seu ultimo abraço
que ate hoje não esqueço
como um ultimo contato
triste fato
onde as vezes eu padeço
porem cresço na esperança
que um dia nosso encontro
seja o ponto de partida
para uma nova vida
de total felicidade
aonde novamente
plantaremos a semente
da magia
colocando em nosso olhar
toda nossa alegria .


CLAUDIO F SANTOS .

2 comentários:

Lea disse...

Gostei muito do seu blog.
Não sou poeta, mas aprecio demais a poesia.

Boa sorte!

nicoly disse...

vc sabe bem o que essa poesia significou pra mim ,obrigada ontem hj e sempre....bjos