sexta-feira, 31 de julho de 2009

A ESPERA POR UM BEIJO

Neste límpido momento
onde o beijo é inevitável
os olhares se encontram
em um mesmo pensamento
as palavras se apresentam
em sentimentos encobertos
numa frase sem sentido
onde o verbo desejar
é repetido
tantas e seguidas vezes
sem dar nexo a elocução
é paixão desabrochando
revelando uma vida
desprovida de angustia
onde o amor
é a interjeição mais comentada
o carinho um sinonimo
de tudo e de todos
e a poesia o remédio
o pressagio sucumbido
de alertar os exaltados
que a real felicidade
ainda existe
e consiste cegamente
de um gigante sentimento
que aqui representado
por dois corpos enlaçados
com os lábios recostados
na incidência de um beijo.


CLAUDIO F. SANTOS

5 comentários:

andrea pasquarelli disse...

hummmm....queria fazer parte desta poesia junto com vc .....rsrs...mto linda

♥ Silvia Cerqueira ♥ disse...

♥♥♥ Existem toques que salvam
e poemas que nos tocam assim...
com uma suavidade ímpar...
a pele ardeu... o coração ficou a deriva...♥♥♥
Beijos!

geneci disse...

bom não sei oq te dizer ,vc é maravilhoso ,tem um talento unico pra poesia ,apenas tenho q te dar os parabéns e dizer q sou sua fã ,amo suas poesias ,quero q vc consiga chegar onde almeja ,bjos meu anjo .

sonequinha40 disse...

com um sorriso marcamos nossos momentos. Um sorriso triste pode ser uma separação um adeus. Um sorriso feliz, uma satisfação, uma realização, um desejo alcançado...
bjus anjo amado
Helena

Poetisa disse...

a espera de um beijo unico e diferente de qualquer coisa que ja foi esperimentado é o beijo do amor eterno...