terça-feira, 16 de março de 2010

UM CONTO DE AMOR

ALMAS GÊMEAS


Vinte anos passam muito rápido , e no entanto tem o poder indescritível sobre o destino das pessoas , sobre os fatos que antecedem o futuro e podem mudar o mundo . Mas em relação a um grande e sincero amor , mesmo tratando-se da eternidade , torna-se apenas um grão de areia frente ao oceano .
É o marco da paixão ensandecida , saber e perceber que após todo esse longo período de tempo aquela noite tornou-se inesquesivel para ambos . Era inicio de primavera as flores desabrochavam nos jardins . Dois jovens ainda sem experiência de vida , um amor e um futuro abrindo diversas portas do futuro . Guiavam seus sentimentos a uma noite sem precedentes .
Tudo iria tornar-se real , a paixão que iniciou em uma simples troca de olhares , passaria a ser uma linda historia de amor . Todos os sonhos , toques e caricias , iriam ser dali em diante a demonstração primordial e pertencente a esta paixão que só crescia em seus corações .
Porem na vida nada vem de graça , e nem tudo são lindos luares e noites estreladas . No ápice do momento esperado já a tanto , e inevitável a semanas, percebeu-se que fatos foram negligenciados , açoes foram descuidadas , coisas da idade , dos sentimentos e da plena falta de conhecimento Um rastro do mais delicioso aroma de amor e travessura foi deixado no caminho causando o irreal . O tão imaginado instante , virou uma triste despedida , um ate logo prolongado que durou uma vida .
Rumos distintos foram seguidos , destinos diferentes foram traçados . Conseguindo apenas , fazer permanecer o sentimento , demonstrando o quanto foi verdadeiro , provando que já perdurava por muitas vidas e ainda duraria por muitas outras que viriam . Almas gêmeas separadas por apenas uma palavra de proteçao , fato este que não redime a culpa da causadora , só ameniza sua açao .
No entanto , como o futuro sempre trás o passado a nossa mente e ao nosso alcance , foi exatamente no reencontro , que o amor adormecido despertou . Ainda mais eloquente mais voraz e não menos fugaz ,porem , uma peça foi pregada novamente e mesmo ambos querendo infinitamente este amor , sabiam que era impossível , o destino separou-os novamente , mas não teve o poder de destruir aquele sentimento que existiu e permanece ate hoje .
Comprovando que o amor jamais morre , apenas adormece nos braços da saudade e descansa , na espera pela hora de poder acontecer . E mesmo que não seja nessa vida talvez na próxima , ou quando puder acontecer . ainda assim permanecera em seus corações , não mais de dois adolescentes mas de duas pessoas vividas e cientes de que o amor , mesmo não sendo vivido na integra ainda é real e verdadeiro .


claudio f santos


5 comentários:

Viviane disse...

Que Lindo adorei... realmente vc tem o dom de escrever e passar os sentimentos nas palavras parabens !!!! Vc é muito especial.

pitty disse...

nossa Claudio muito linda essa poesia.Vc realmente é um grande poeta.

LULU disse...

Essa poesia mecheu muito com meu passado, me fez lembrar muito de um certo amor. Pessoas vem, e se vao,paixoes, loucuras, desejos acontecem em nossas vidas, mas jamais esquecemos um verdadeiro amor. Porque ele nunca acaba, so se apaga...

inoan disse...

muito lindo meu anjo!
adoreeeiii..... vc cada dia se supera!
quando vai sair o proximo livro?
nao vejo a hora de le-lo
bjauuuummmm amorrrr...

cristiane disse...

eu acho q td q vc ja passou e sentiu vc passou nessa poesia muitos homens passam a mesma coisa q vc ja passou a diferença é q vc sabe como representa-las de uma maneira muito linda eo outros demonstram q nem vale apena ser comentada parabens claudio por ser diferente.