quarta-feira, 30 de dezembro de 2009

APÓS AS BRIGAS


Encontrar
no seu olhar
um arco íris
logo após a tempestade
que invade
sua íris ocular
é o conforto do meu ego
quando rego
nosso amor com uma briga
e renego tempestivo
o altivo sentimento
de amigo namorado
abrangente em nosso ser .
desmerecer
é o árduo medo
e o apelo é o sorriso
indeciso nunca mais
sempre voraz
de intenção
a sombrear esta paixão
em um luar
pra iluminar a escuridão
da noite adentro
eximindo do relento
e cobrindo
sua face de menina
na divina providência
de um manto estelar
que nos aquece .
enriquece a caricia
a cada dia
que inicia
com a vontade de amar
não mais brigar .


CLAUDIO F. SANTOS

Um comentário:

andrea pasquarelli disse...

parabens , esta divina !!!