segunda-feira, 16 de novembro de 2009

PRAZER ABSOLUTO

o deslizar da minha língua
de uma forma fulminante
por seu ventre
é o ponto culminante
para o ápice da transa
e a dança dos meus dedos
por seu corpo
retirando os seus medos
atiçando
os desejos proibidos
que jamais serão banidos
pois estão na timidez
do seu olhar .

um sussurro é exposto
junto ao gosto que exala
dos seus lábios
concedendo itinerários
a guiar minhas açoes
dando ênfase as paixões
e as deciçoes em sua mente
em torrentes de emoções
ensandecidas
pra que toque nos seus seios
sem receios
descobrindo o intransponivel
alicerce indivisível
entre tranca e amor .
esta descrito no sabor
dos nossos beijos
e constante nos ensejos
desta hora
que embora seja eterna
em pensamentos
os momentos se desfazem
mas ainda assim nos trazem
o prazer absoluto
que astuto
sempre busco nos seus braços .


claudio f. santos

2 comentários:

vera lucia lopes alencar disse...

Amigo assim não vale eheheeh não sei ler estes códigos na tua poesia
sou igh nisso tudo eheheeheh..mas a poesia vivencia gostei...esta ai cheia de código quem sabe tbem vou gostar mas não sei desifrá-la...eheheh perdoa tá....
grande amigo...bjus

andrea pasquarelli disse...

esta divina,fazendo com q a nossa imaginaçao vai mto alem do q imaginamos... continue assim sempre...bjsss