sábado, 28 de agosto de 2010


DESAMPARADO

estou sozinho neste mundo
desbravando um caminho
sem nenhuma direçao
sigo a canção
é minha única opção
já que a paixão
abandonou meu coração
e uma busca
não mais basta
só desgasta a razão
na contramao dos meus sentidos
onde homens destemidos
faleceram sem lutar
por simples medo de amar

não vou errar
e a batalha
que me julgava derrotado
foi apenas a muralha
separando o passado
de um presente de vitorias
onde historias são cantadas
sobre vidas separadas
mas ligadas
muitas vezes por amor
outras por dor
que a distancia
sem clemencia não apaga .


CLAUDIO F SANTOS

Um comentário:

Catarina disse...

Ah!!
A malvada solidão!
Em você, ela tem um lado bom: Faz com que escreva tão belos poemas.
Parabéns meu Poeta!
Beijo.