domingo, 6 de dezembro de 2009

FOI MALDADE


Só queria ter poder
pra esquecer cada momento
de tormento
convivido ao seu lado
muitas noites de angustia
na prenuncia antecipada
da cilada
que envolveu a minha vida
sem clemencia
exauriu a paciência
fez de gato
e sapato
se fazendo de decente
numa forma envolvente
conquistou meu coração
com a intenção
de me fazer apaixonar
e enganar
pra logo após
de forma atroz
lançar ao lixo
por capricho
induzindo a tristeza
e retirando a beleza
dos momentos
que sedentos
demonstra-mos nosso amor .


CLAUDIO F. SANTOS



SURPRESA DA VIDA

Segurar na sua mão
e admirar o seu olhar
sempre a brilhar
me faz sentir a emoção
de estar vivendo a paixão
da minha vida
faz pulsar o coração
e expulsar
o sentimento ardiloso
da bandida solidão
que ate então
permanecia em minha sina
sem vacina para a cura
com um único futuro
de loucura e engano
quando insano
encontrava meus amores
que no inicio eram flores
e depois sendo suplicio
o indicio evidente
que nasci para sofrer
ate morrer foi opção
quando encontrei a solução
na decisão
de reviver uma paixão
do meu passado
e hoje estando ao seu lado
descobri a verdadeira descrição
e a sensação
de novamente ser amado .

CLAUDIO F. SANTOS

4 comentários:

paulinho&molekes disse...

Olá Cláudio, venho parabenizá-lo pela sensibilidade e o manejo com as palavras
em seus textos.
São realmentes de muito bom gosto.

sil disse...

amigo adorei seu poema apesar de gostar muito de todos seu poemas espero tudo de bom a vc meu querido bjs e boa sorte

Poetisa disse...

é engraçado né? a forma como vemos a vida e como escrevemos ela e como as pessoas acham bonito as simples palavras que ao mesmo tempo soam como as batidas do coraçao só quem vivencia e escreve sabe disso né...

rosangela disse...

muito linda
é emocionante ler algo
que nos deixa com os
sentimentos a flor da pele.
claudio é de mais.